DE PASSAGEM...

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Dias 82 a 86 - Pelos Fiordes, até ao Sol da meia-noite...

Dia 82 – 27/06/2012 – Nancy (F) / Luxemburgo (L) – 143/17.984 km
A caminho do Luxemburgo
Passagem na fronteira, com 17.959 kms de viagem
E de imediato a excelência das estradas luxemburguesas a caminho do Parque de Campismo escolhido, (N 49º34’15’’ E 06º06’28’’), com autocarro a escassos 300 metros, a permitir a ida até á cidade de Luxemburgo.
 
Arte de pintura corporal em plena rua
Para além de indicações que já nos são bem “familiares”, e que me fez soltar um “até já”...por aqui estarei dentro de dias J
E á noite...assistir ao penoso afastamento da seleção, na lotaria dos penalties, mas enfim, mei-as finais já foi bem bom e pela minha parte, confesso que não pensava que passassem da fase de grupos.

Dia 83 – 28/06/2012 – Luxemburgo (L) / Redange sur Attert (L) – 043/18.027 km
De manhã, numa de mecânico, substituição de uma lampada de medios que estava fundida, e verificação de niveis...e asneira J
Pois é, não teve piada nenhuma, mas aconteceu.
Não faço ideia onde tinha a cabeça, ou em quantas coisas estava a pensar ao mesmo tempo, para fazer uma confusão medonha nos limites dos niveis da vareta do oleo...
Passadas estas horas todas, ainda não encontrei resposta, mas a verdade é que enfiei com quase 2 litros de oleo...onde não devia ter metido nenhum... J
E só dei por isso...quando voltei a verificar o nivel e a confusão que tinha feito.
Borrada da grossa...e agora havia que resolver na oficina mais próxima, que por sorte era a 2 kms do parque de campismo.
Oficina da Renault, e sorte em ser atendido por um português...tal como o chefe dos mecânicos.
Após cerca de uma hora de espera, lá foi a Tuguinha até ao elevador...e no final...quase 2 litros de oleo retirados...e tudo em ordem.
Isto é...deitei fora quase 2 litros de oleo, e ainda tive de pagar para o tirarem J
Numa proxima, é melhor não estar a pensar em mais nada.
Mas deu para concluir uma coisa...ao fim de 18.000 kms de viagem, acrescidos de mais 3.000, feitos após verificação de nivel na Fiat-Italien Motor Vilage, isto é, após 21.000 já percorridos, não houve qualquer “consumo” de oleo por parte da Tuguinha J J J
Terminada a “visita médica”, viémos até Redange sur Attert, onde aqui estamos, numa ASP referenciada no Campingcar-infos (N 49º46’08’’ E 05º53’41’’), instalada numa zona muito calma e proxima de piscina, restaurante e parque desportivo, com a particularidade de todos os serviços serem gratuitos, incluindo electricidade...algo de muito raro.
Passeio a pé por esta agradavel vila, onde a qualidade de vida é perfeitamente notória.
Num dos varios jornais de distribuição gratuita, acabei de verificar que, toda aquela azafama de ontem na Praça Guillaume II, se devia ao jogo de Portugal, pois foi ali que, em ecran gigante, a comunidade portuguesa se juntou para ver o jogo, tal como tinha acontecido com os anteriores.

Dia 84 – 29/06/2012 – Redange sur Attert (L) / Liege (B) – 165/18.192 km
Era este o dia previsto para chegarmos….ao Tour de France…e aqui estamo nós.
Á saida do Luxemburgo, gasoleo a 1,183...já não me lembro da ultima vez que paguei a este preço, e logo num país que tem o salário minimo acima de 1.750€...
Se juntarmos a isto, o facto ontem verificado, de que o custo dos produtos alimentares serão cerca de 5 a 10% mais caros de Portugal, facil é verificar o que tem sido a sucessão de “desgovernos” do nosso país.
Entrada na Belgica com 18.046 de viagem
E directos ao hotel onde se encontra a equipa Movistar, pois tinha “assuntos” a tratar por ali J
Para além da equipa espanhola, também a Lotto, Ag2r e Française des Jeux ali se encontram, com a natural azafama dos mecânicos, de modo a terem prontas as maquinas voadoras para o Prologo de amanhã.
Saltava á vista, a nova tecnologia (pedaleiro, roda traseira e automatismos) introduzidos das bicicletas de contra-relogio do Alejandro Valverde e Rui Costa...
Com o Luck ainda a testar a maquina do Rui Costa
Percorremos, com a Tuguinha, o trajecto do Prologo de amanhã, e só espero que o S.Pedro não faça o mesmo de hoje á tarde, e que tenha pena dos 189 ciclistas que estarão á partida para 3 semanas de competição.
Trata-se de percurso muito tecnico, zonas de empedrado com curvas a 90º, e até duas viragens apertadas a 180º...
Boa sorte para todos, nomeadamente para os 2 tugas aqui presentes: Rui Costa e Sergio Paulinho.
Encontrámos lugar num parque de estacionamento a 300 metros de uma das duas viragens a 180º (N 50º38’50’’ E 05º35’09’’), e reservado pela organização para autocaravanas, tal como varios outros parques da cidade, e com paineis luminosos indicativos, desde a E42, num sinal de respeito e atenção que é dado ás nossas “casinhas”, que ao longo das proximas 3 semanas, serão aos milhares ao longo dos 3.947 kms da Volta á França.
Depois do jantar, ainda houve tempo para um passeio a pé, ao longo de parte do traçado de amanhã

Dia 85 – 30/06/2012 –Liege (B) / Bruxelas (B) – 142/18.334 km
Cerca das 10,30h já estávamos instalados para ver o Prologo, e numa altura em que, por coincidência, o nosso amigo Rui Costa, por ali passava em treino de reconhecimento...e ao dar com a nossa bandeira...
sorridente como sempre J
Do Prologo...
Sergio Paulinho...
Rui Costa...
O azarado Tony Martin, campeão do mundo de contra-relogio, a furar e trocar de bike mesmo á nossa frente...
E o Cancellara a voar para a vitória
Terminada a prova, nova passagem pelo hotel da Movistar, onde, após o jantar, e finalmente...lá conseguimos estar com o Rui, para lhe dar o prometido abraço pela grande vitória dele na Volta á Suiça, que terminou faz amanhã 2 semanas.
Ele ainda quis vir até á Tuguinha, fazer uma visita ao Luck
E despedir-se da Bia, que amanhã, em dia de aniversário, vai regressar a casa, já que o trabalho espera por ela na 2ª feira.
De seguida, vinda até Bruxelas, onde estamos no parque junto ao Heisel, já nosso conhecido, quando em Abril aqui ficámos duas noites.
No caminho para cá, ainda tempo para fazer o reconhecimento de acessos e parque de estacionamento no aeroporto, de modo a não andar “perdidos” amanhã.

Dia 86 – 01/07/2012 –Bruxelas (B) / Temploux (B) – 142/18.334 km
Agora sem a co-piloto, receosa de não dar com o avião
mas que a esta hora já está em casa a jantar com as filhotas...
E eu, por aqui fico, para mais 20 dias, com muito, muito, muito ciclismo J
Por tal motivo, não creio que vá fazer mais publicações, pois certamente serão demasiado repetitivas...
Assim, e a menos que algum dos nossos tugas cometa uma proeza... J, farei no final o resumo destes 20 dias, que começarão amanhã a ver a 2ª etapa aqui bem perto do local onde me encontro, seguindo-se 3 dias de descanso numa ASP, e ligado á electricidade, na tentativa do “milagre do gaz” e de modo a que ele não me falte até dia 15...data em que vai chegar uma “galp” J, através de amigos e familiares do Rui Costa que vêm de autocaravana para a ultima semana do Tour.
Também umas voltinhas de bike, que bem preciso.
Tudo isto, enquanto a prova vai mais para norte, para depois voltar a ve-los na 6ª feira perto de Metz (6ª etapa) e em todas as etapas seguintes, até terminarem os Pirineus, o que acontecerá dia 19.

6 comentários:

luis, linda e companhia disse...

Grande Amigo Manuel ficamos satisfeitos por tudo continuar bem, agora a ultima parte estou me a roer de inveja por esse acompanhamento do tour. Um abraço e sempre a bombar

João Morgado disse...

Olá Vitorino
Pois é, o Luxemburgo é um país a sério e conforme verificou não é dificil encontrar portugueses.
Agora resta o Tour antes do regresso a casa e para o inferno deste país. Eu também vou seguindo o Tour mas através da TV.
Boa continuação.

João Morgado disse...

Olá Vitorino
Pois é, o Luxemburgo é um país a sério e conforme verificou não é dificil encontrar portugueses.
Agora resta o Tour antes do regresso a casa e para o inferno deste país. Eu também vou seguindo o Tour mas através da TV.
Boa continuação.

ANTÓNIO RESENDE disse...

Ó MVitorino.
Essa do óleo... só de quem está a faturar km a mais...
E o gas? Não entendo... aqui na Alemanha é pipas dele... e na França tb. - mais te valia comprar uma botija e depois rifa-la...
Seja isso o pior... O meu abraço do Sul da Alemanha.
António Resende

Anónimo disse...

acabo de ver a tuguinha de bandeira içada a cerca de 17 km da meta....boa viajem

david estrela disse...

olá manuel
tá-se mesmo a ver que sem a BIA metes o óleo......onde não deves....!
desfruta do tour ebom regresso
um abraço desde munchen
david+marilia