DE PASSAGEM...

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Dias 12 e 13 - Pelos Fiordes, até ao Sol da meia-noite...

Dia 12 – 18/04/2012 – Huy (B) / Venlo (NL) – 169/3.686 km
Dia dedicado á Fleche Wallone, uma das clássicas mais conhecidas do ciclismo mundial, nomeadamente pelo Muro de Huy, subida curta mas durissima.
Assim, deu para ver 3 subidas do prova masculina e 2 das femininas, em ambos os casos com as provas a terminarem ali no alto.
Não é meu costume ver provas tão perto da linha da meta, mas desta vez lá calhou...e ficámos a escassos 90 metros do final.
Tempo muito instavel, com varios chuviscos e uma bela “granizada”, embora, por coincidência, nunca na altura da passagem dos(as) ciclistas.
E a nossa bandeira...pois é, a nossa bandeira foi muito “obervada”.
Em primeiro lugar e felizmente, foi vista pelos amigos Bruno Pires,
Rui Costa
e Sergio Paulinho, que participavam na prova...
Mas há mais...então não é que houve quem nos perguntasse de que país era? Estive tentado a dizer que era a bandeira do Afeganistão...mas contive-me.
Foram vários os fotografos acreditados que passavam e a fotografaram, e para cumulo, ainda houve um jornalista do jornal belga LaMeuse, que veio entrevistar-nos e fazer uma foto...Para além de tudo isto, os espanhóis não devem ter gostado nada de ver a vitória do Joaquim (Purito) Rodriguez na televisão...tendo lá por traz uma bandeira portuguesa.
E tudo porque afinal de contas, estava ali portugueses...
Após a prova, esperava-nos cerca de centena e meia de kilometros, até chegarmos a Vento, onde ámanhã me espera um piparote de tulipas, orquideas e companhia, isto é, de “hortaliças”
Entrámos na Holanda com 3.573 km percorridos, e aqui estamos numa ASP espectacular, com tudo incluido, inclusivé wifi....por 10 euros :) (N 51º25'42'' E 06º07'43'')

Dia 13 – 19/04/2012 – Venlo (NL) – 020/3.706 km
Dia de Floriade...e de dores de pernas.
Espectacular o pavilhão Villa Flora, onde a minha co-piloto se fartou de dar ao gatilho....quase só lhe faltou fotografar petala por petala J
Das mais de 560 fotos hoje tiradas, apenas deixo uma pequena amostra, ficando para mais tarde a compilação das melhores para album no Facebook, tal como em relação ás de ontem na Fleche Wallone.






etc.etc.etc.etc...nunca mais acabava :)
Para quem estiver interessado e pense visitar este evento, e se, tal como nós, optarem pelas entradas de um dia + telecabine (que permite fazer uma ligação entre as duas extremidades da Floriade, com obvia poupança de tempo), aconselho a entrarem mesmo ás 10 horas, e se possivel levar alguma coisa para comer ao almoço...senão arriscam-se a não terem tempo de ver tudo.
Nós, tivémos de andar a correr, e alguns pequenos pavilhões foram deixados para traz...porque chegámos lá cerca das 11 horas, e á hora do almoço ainda viémos comer á autocaravana...
Quanto a estacionamentos, existe um parking enorme que, tal como aqui na area de serviço onde estamos, tem areas relvadas para estacionarmos, muito bem cuidadas, tal como as zonas de circulação em gravilha.
Esse parque está situado a alguma distância da entrada da Floriade, mas o preço do estacionamento no valor de 10 euros, inclui transfers em autocarros, quantas vezes necessitarmos durante o dia.
E agora, toca a descansar o corpo, que a tareia de hoje foi grande.

5 comentários:

luis,linda e companhia disse...

Dois dias em grande,bikes ao mais alto nivel e flores idem.Força para a continuação.

Maria Melo disse...

Olá Companheiros:
Descrição muito interessante e fotografias muito bonitas. Desejo-lhes continuação de uma boa viagem.
Maria Melo

david estrela disse...

os teus posts estão a melhorar de qualidade ,as fotos também !
continuação de boa viagem sem mais percalços!
um abraço
david+marilia

João Morgado disse...

É uma exposição a não perder, mas agora só poderei ir em 2022 se fôr vivo e tiver saúde.

João Morgado disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.