DE PASSAGEM...

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Dias 29 a 32 - Pelos Fiordes, até ao Sol da meia-noite...

Dia 29 – 05/05/2012 – Valle (N) / Oltedal (N) – 367/7.527 km
Noite um pouco ventosa, mas não impeditiva de bem dormida...mais uma vez.
Muito frio pela manhã, e lá seguimos até Nomeland,
onde virámos para Svartevatn, através duma estrada cujos 3 kilometros iniciais, eram com uma subida de 10%, digna duma grande prova de ciclismo J
Ao fim de 8 kms, primeira desilusão do dia...uma cancela fechada, indicativa de que a estrada estava cortava.
Assim, e após regressar a Nomeland, acabámos por seguir até Evje
e continuando depois por Kvinlog,
Tonstad até Svartevatn, para ir retomar  o caminho do Mount Kjerag, se bem que, dada a hora a que lá iamos chegar, já não permitia fazer hoje a caminhada final até lá, a qual é prevista entre 2,5 a 3 horas...., isto é quase 6 horas em ida e volta.
Estradas com muita neve
e dá para ver que há muito lago ainda em gelo
Passado poucos kilometros, novo revés...essa estrada também estava cortada, certamente pela neve que, de resto, era bem visivel por aquelas bandas.
E assim, fica gorada a possibilidade de ir até á...................
A caminho de Lauvvik, local previsto para a pernoita, uma nova portagem, a segunda do dia.
Se na primeira, ainda de manhã, a consegui liquidar num local assinalado com “Kr service”, e onde fui informado que, sempre que existe uma “automatic tool”, há a seguir um local com aquela indicação onde pode ser feito o pagamento, a da tarde acabou por não ser paga.
Realmente, este sistema norueguês de pagamento de portagens, é um bocado estranho, e o exemplo disso é o que aconteceu esta tarde, em que existia o local devidamente identificado, mas....era um supermercado e já estava encerrado J
Tempo perdido e em vez de virar para Lauvvik, ainda fui até ao final da ......45 e não havia mais nada onde pudesse pagar.
Do mal o menos, 1 kilometro após o cruzamento onde deveria virar, um parque onde já estavam 6 AC’s...e por aqui ficámos (N 58º49’02’’ E 06º00’24’’).
Muito frio por aqui, e á chegada, de novo algo que nos aconteceu varias vezes de tarde...pingos de neve, que não chegavam a ser flocos propriamente ditos, mas que é sinonimo do muito frio de hoje.
Dado que existe a opção de registar e abrir conta no site..........Autopass, está visto que será a melhor solução para estes pagamentos, bem como para as pontes....tuneis?....
E como se pode abrir conta até 15 dias após a primeira portagem com pagamento em falta, lá vai ter de ser....logo que volte a apanhar internet, o que não é o caso de hoje J
Para amanhã, espero que haja mais sorte para a caminhada até ao Pulpit Rock, mais um dos locais emblemáticos da Noruega


Dia 30 – 06/05/2012 – Oltedal (N) / Ardal (N) – 095/7.622 km
Cansados...mas felizes.
Apenas dizer que, se subir ao Preikestolen (Pulpit Rock) é de chegar lá acima de lingua de fora e completamente de rastos...
descer, é chegar cá abaixo todo partido das pernas e musculos.
Não fazia ideia da dureza do caminho, e até tinha visto várias fotos...mas acho que as piores ninguém meteu no Google J
É terrivel, e cheguei á conclusão...estou mesmo velho para estas aventuras.
Só esperamos que não nos começe a dar caimbras de noite, se não vai ser bonito, vai J
Eis algumas fotos lá no alto...deslumbrante
Ainda antes do Pulpit Rock, tempo para a estreia nos ferries, entre Lauwik e Oanes,
com tarifa de menos de 6 metros, e com o esquecimento de dizer que era “senior” (reformado).
A tarifa, foi menos de metade do que se fosse acima de 6 metros...porquê tamanha diferença?
Estamos em Ardal, onde existe uma ASP (aproveitámos para fazer manutenção) em que o local de pernoita, não é na zona dos serviços, mas a cerca de 500 metros, num parque de estacionamento junto a uma igreja (N59º09’15’’ E 06º11’25’’)
Estamos aqui sozinhos, são 20,30h e com o cansaço que temos em cima, foi jantar e a cama já espera por nós.
Fui abordado pelo morador da casa mais perto do parque, a cumprimentar-nos e dizendo que, neste ano de 2012, somos os primeiros autocaravanistas a pernoitar aqui....sendo que, entre Junho e Agosto, é normal o parque ficar cheio.
Pelos vistos, só mesmo na 2ª quinzena de Maio, é que as AC’s começam a aparecer em força por aqui.
Amanhã é que vamos ver como está a ressaca J
E já agora...uma obra de arte da fotografa/co-piloto...
Será que consegue fazer outra? J


Dia 31 – 07/05/2012 – Ardal (N) / Odda (N) – 170/7.792 km
Pensavamos que iamos estar bem piores...mas afinal não são só os olhos que mexem...:)
Mais uma conclusão tirada hoje...afinal a Noruega, não é só o país dos fiordes, dos lagos, da água....vamos lá a acrescentar também, os tuneis.
Não os contámos, mas estamos perfeitamente conscientes que durante o dia de hoje, passámos entre 40 a 50... J
Fica na duvida se o Ti Jardim não terá andado por estas bandas, antes de começar a tornar a Madeira num queijo suiço...
Quando apanhar uma internet em condições, ainda vou tentar fazer essa contagem, através do Google Earth.
Começámos o dia com uma espreitadela á igreja ali mesmo ao lado
Paisagens fabulosas,
num constante sobe e desce de todo inesperado, pois pensava que a Noruega seria bem mais plana, mas pelo menos nesta zona assim não acontece.
Também foi tempo para a nossa segunda travessia de ferry
entre Hjelmeland e Nesvik, com menos de 6m e senior...
Neve, muita neve...
alguma chuva, e frio, muito frio...ainda há pouco saí da Tuguinha para ir ver se estava alguém na ASP e quase congelava.
Vai ser lindo vai...se isto já é assim a esta latitude, o que será a partir de agora, que é sempre a subir J
Destaque para o nosso local privilegiado de almoço,
com vista sobre o Erfjord euma pequenina ilha habitada...
coisas boas que o autocaravanismo nos permite ter.
Em Odda,
com internet muito fraquinha, mas sem televisão estacionámos no local da ASP, mas porque havia algum vento, mudámos para um parque de estacionamento a cerca de 100 metros, onde não há mais AC’s....
Definitivamente o pessoal ainda está a preparar viagens.
Apesar da net ser bem fracota, ainda deu para registar no www.autopass.no, e assim ficar descansado no que respeita ás malditas portagens automaticas.


Dia 32 – 08/05/2012 – Odda (N) / Bergen (N) – 219/8.011 km
Dia de cambiar mais coroas, ficando agora a média em 7,256 Kr/€.
Sabendo que, quanto mais para norte, mais caro são os combustiveis, e porque agora começámos mesmo a caminhar para lá, há que ir aproveitando quando se encontra gasoleo abaixo de 14Kr/lt, pois assim é garantido que sempre fica aquem do fantasma dos 2 euros...
De momento, e com 7912 kms já percorridos, a média subiu ligeiramente para 8,648 lt/100, ao que não é alheio o facto de termos optado por estradas classificadas como “rotas turisticas”, com muito sobe e desce, e....pelo enorme vicio de disparar a maquina fotografica...
Mais uma recordação de Odda
Por mais cascatas que se vejam, não se resiste a fazer uns bonecos, idem idem para fiordes, lagos gelados, etc etc...e depois...claro, para-arranca e toca a consumir mais.
Mas isso nada importa, pois o espirito da viagem é mesmo esse, e médias de consumo, são coisas acessórias e meramente informativas.
Entrámos em zonas, onde já se começam a ver alguns pomares, o que não acontecia mais para sul.
Se ontem não contámos os tuneis...hoje, mal começaram, arranjámos mais um entretém.
Hoje foram 41 e um deles, já com mais de 7 kms, e rotunda com cruzamento pelo meio
mas muito longe do maior da europa, que nos espera dentro de 2 ou 3 dias J
Começamos a ter ideia da casa tipica norueguesa...em madeira, maioritariamente em cor de tijolo, com a bandeira ao vento e...muita, muita lenha J
Ah....e não é que já me apanharam em flagrante por estas paragens?  J
E finalmente...vimos policia na estrada
já não era sem tempo J
Mais portagens, principalmente na aproximação a Bergen e até dentro da cidade, onde, em cada uma delas, lá vão 15 Kr.
Já em Bergen...uma “coisa” esquisita...não consegui entender, mas sei que levava a bandeira lusitana
Dirigimo-nos ao local previsto para pernoita aqui em Bergen, mas porque era um pouco isolado e não havia companhia, tentámos ir para a ASP...mas o GPS não atinou com o caminho, nem nós conseguimos vislumbrar local com AC’s...e os pórticos das portagens ameaçavam em cada esquina, pelo que rumámos á procura dum local, tendo vindo parar a um parque de estacionamento (N 60º22'11'' E 05º21.21'') que creio ser exclusivo para a universidade...mas como não há aulas de noite, e até estava aqui um camião...já não saímos daqui.
Entretanto, levantou-se um vendaval enorme...vamos lá a ver o que vai dar.
Até a tv está aos soluços, e hoje, internet, nem vê-la.

5 comentários:

david estrela disse...

olá manuel!
melhores fotos e texto condizente E PELOS VISTOS perdeste a vergonha de aparecer em fotografias.....
continuação de boa viagem e um abraço desde ROVANIEMI!
david+marilia

Uma Autocaravanita disse...

Foste apanhado? Será que queria dizer Manuel Digerindo? Não faças tudo ao mesmo tempo, trabalhar e comer.
Lindas fotos e curiosidades.
Continua com boas viagens.

luis, linda e companhia disse...

Com a vossa preparação física para subir essas montanhas quando chegar o Tour nem Cadel Evans nem os irmaõs Schleck vão ter hipoteses.....Força Amigos um abraço

Vitor Silva disse...

Bom, vou tirando notas para o ano que vem se não houver azar.
Belas fotos belas paisagens mas continuo convencido que a melhor altura para chegar à Noruega será lá para Junho.
Por aqui 30º: um desatino.
Continuação de boa viagem.

ANTÓNIO RESENDE disse...

Olá Bia e MVitorino
Com esse frio todo, ainda não te ouvi falar de como vais resolver o problema do gas.
Espero bem que não acabe ou congele?
Vai dando conta da viagem... pq não um dia de cada vez?
Um abração
A R